Tereza Salgueiro Música | Rock / Pop
Agenda:
Adicionar evento

Não existem de momento eventos agendados

Websites:
 
Subida de 100% na popularidade esta semana.
 

Performer adicionado por sergiodlopes — Activo há

YouTube
Biografia

Teresa Salgueiro (Lisboa, 8 de janeiro de 1969) é uma cantora portuguesa, e ex-vocalista do grupo Madredeus

A sua carreira iniciou-se inesperadamente, em 1986, quando dois dos fundadores do grupo (Rodrigo Leão e Gabriel Gomes) a descobriram quando cantava com um grupo de amigos numa mesa ao lado da deles, numa tasca do Bairro Alto, em Lisboa. Depois da sua primeira audição com Pedro Ayres Magalhães, outro dos fundadores do Madredeus, Teresa Salgueiro passou a ser a voz e, nas palavras de Magalhães, "a maior inspiração da música do grupo".

Teresa Salgueiro é uma soprano de vasta extensão vocal, tendo um talento inato para a música. Pode dizer-se que sua voz apesar de ter amadurecido continua a ter características típicas de uma soprano. Sua formação musical deu-se ao longo dos primeiros anos de vida do Madredeus, quando cursou por dois anos aulas de canto, mas os compromissos internacionais do grupo acabaram por impedir que a cantora prosseguisse com uma educação musical formal.

A imagem de Teresa Salgueiro e do Madredeus confundem-se, pois a cantora tem sido fiel ao grupo desde o início. Em 2005, contudo, foi editada uma compilação de diversas participações e colaborações que fez com outros artistas. O trabalho, intitulado "Obrigado", conta com canções cuja variedade de estilos e de épocas de sua gravação mostram a versatilidade da cantora; entre outros, o álbum traz canções que Teresa Salgueiro gravou com o Madredeus, com o mestre da guitarra portuguesa António Chainho, com o tenor catalão Josep Carreras, com os cantores e compositores brasileiros Caetano Veloso e Zeca Baleiro (em um álbum de canções do compositor italiano Aldo Brizzi), com a dupla portuguesa Mário Laginha e Maria João, com o compositor galego Carlos Núñez, com o compositor italiano Angelo Branduardi e com o acordeonista japonês Coba, entre outros.

Em 2007, os Madredeus decidem fazer um ano sabático e os seus membros dedicam-se a projetos musicais paralelos. Teresa lançou, em fevereiro daquele ano, o álbum "Você e eu" que revisita um repertório de grandes canções da Música Popular Brasileira: de Pixinguinha a Dorival Caymmi, passando por António Carlos Jobim e Chico Buarque.

Teresa apresentou, no mesmo ano, o espectáculo "La Serena" com temas cantados em várias línguas, acompanhada pelo Lusitânia Ensemble - um grupo de músicos, na sua maioria, da Orquestra Sinfónica Portuguesa. O concerto gerou um álbum, "La Serena", lançado em Portugal em Outubro de 2007. No repertório do álbum, canções célebres de diversos países banhados pelo Oceano Atlântico e pelo Mediterrâneo.

Ainda em 2007, Teresa Salgueiro foi convidada a participar do álbum "Silence, Night and Dreams", do compositor polaco Zbigniew Preisner. No álbum, lançado pelo selo erudito EMI CLassics, Teresa Salgueiro tem uma participação destacada, interpretando peças em inglês e latim. Preisner, conhecido por suas colaborações com o cineasta polaco Kieslowski, afirmou ter composto "Silence, Night & Dreams" pensando na voz "pura e limpa e sem vibrato" de Teresa Salgueiro.

Em 28 de Novembro de 2007, o anúncio da saída de Teresa Salgueiro, Fernando Júdice e José Peixoto dos Madredeus tomou os fãs do grupo de surpresa.

Teresa Salgueiro afirmou que a sua saída se deve aos inúmeros compromissos profissionais surgidos a partir dos seus dois trabalhos individuais lançados em 2007, os quais impediriam a sua participação nos Madredeus.

Já enquanto artista independente, em Agosto de 2008 convida novamente um reformulado Lusitânia Ensemble para escrever arranjos para temas da música portuguesa pertencentes a várias épocas e regiões de Portugal e que retratam as diferentes tradições e costumes portugueses. Assim, em 2009 nasceria a “Matriz”.


“Voltarei à minha Terra” é a nova viagem através da memória colectiva da Música Portuguesa. Teresa Salgueiro assume a liderança nos arranjos musicais e, juntamente com o seu Grupo de músicos, escolhidos criteriosamente, constrói uma linguagem original que traduz um Universo poético, nascido de palavras e sentimentos portugueses, que nos convida a respirar uma música doce e intensa, ao mesmo tempo que nos seduz numa delicada teia de desejos, esperanças e sonhos.

Imagens
Comentários